Caminhando ...
this site the web

Caminhantes

BENDITO TEMPO







Ainda assim, dá para perceber que o tempo, apesar do ar de superioridade e de indiferença que o torna inatingível e imparcial, guarda em suas profundezas lições especiais.
Nas artimanhas do tempo se esconde uma grande lição.

Como?, perguntarão alguns, procurando descobrir por quê. Se o tempo simplesmente é, passa com regularidade e nada faz senão esperar por nossas atitudes, como ele esconde alguma coisa? Se so­mos nós que fazemos tudo, se com nossos pensamentos e crenças criamos nosso destino, o que teria ele de especial, a não ser o fato de esperar indiferente que nos tornemos maduros?
A primeira vista parece isso mesmo, mas observando melhor chegamos à conclusão de que ele tem "algo mais". Algo imponde­rável que o torna coadjuvante essencial do progresso de todas as coisas, participante direto dos eventos, executor indispensável à di­nâmica do universo.
Ele equilibra e define o movimento de todas as coisas e dá um ritmo aos ciclos da natureza. Imutável, imponderável, jamais pára ou modifica seu pulsar e tudo no mundo e até o cosmos se perce­be através dele.
Já pensaram como ele é formidável? Indestrutível, forte, ma­jestoso, chega a ser a própria sabedoria de Deus. Não se comove com as fraquezas humanas nem com a ignorância letrada ou não que grassa no mundo. Vai naturalmente cumprindo sua função e com ele as transformações se sucedem e gradativamente tudo se mo­difica e, é claro, para melhor.
Assim, vamos aprendendo à nossa própria custa o quanto dói não fazermos as coisas de maneira adequada. Se nós pudéssemos controlar o tempo a nosso bel-prazer, até que seria muito bom.
E claro que, quando estivéssemos em alguma atividade agradável poderíamos alterar seu ritmo para que ele parasse ou andas­se bem devagar. Já na hora da dificuldade, da dor e da tristeza, era só acelerar para que ele corresse rapidinho e logo tudo terminasse.


Ah! Seria muito bom para nós! Porém como cada pessoa vive diferentes momentos em sua vida, em pouco tempo o descompas­so seria tal que a confusão e o caos acabariam criando um mal maior.
É... Por mais que eu procure descobrir novas formas, acabo sem­pre na confortadora constatação de que tudo está certo como está.
Ainda assim, dá para perceber que o tempo, apesar do ar de superioridade e de indiferença que o torna inatingível e imparcial, guarda em suas profundezas lições especiais.
O que o faz manter essa segurança? O que o faz continuar, aconteça o que acontecer, serena e ininterruptamente? E a certe­za de que só existe o bem. Que Deus dirige o universo e só existe de verdadeiro o que ele quer e determina.
E saber que tudo que acontece tem por finalidade sempre o bem. Ele não pára para discutir, para argumentar, para explicar ou ten­tar convencer. Ele "sabe" que chegará a hora de cada um entender e conduzir seu próprio destino de forma melhor. É essa certeza que lhe dá essa inefável serenidade que nossas lágrimas não conseguem modificar.
Ele simplesmente sabe que tudo precisa de espaço para manifestar-se. Assim como a cozinheira sabe que para fazer um bolo não é só bater a massa mas também levá-la ao forno e esperar para assar. O médico sabe que depois de dar o medicamento ao doente é preciso esperar para obter efeito.
Essa é uma das artimanhas do tempo que nós não queremos observar. Queremos tudo de nosso jeito, sem dar o devido espaço a cada coisa, da maneira adequada. Não esperamos o bolo assar.
Aí eu pergunto: você tem se dado espaço para amadurecer? De­pois de ler um livro interessante, aprender novas ideias, ouvir uma palestra que o tocou e acendeu em você o desejo de mudar, tem sido paciente o bastante, persistente e seguro? Deu espaço, concedeu a si mesmo algum tempo para conseguir seu objetivo, ou simplesmen­te acreditou que já havia conseguido o que pretendia e depois de algum tempo descobriu, desconsolado e triste, que tudo estava como antes?
É, isso é triste. É triste porque, depois de um fracasso, raros são aqueles que pretendem recomeçar. 

Quase sempre ensaiam desculpas, consideram impossível e voltam aos antigos hábitos, e, o que é pior, sem novos objetivos.
A acomodação é considerada inércia pela vida, e como tudo se movimenta na natureza, a inércia é sempre um ponto de atra-ção para o movimento. Nada pode parar no universo. Agarrar-se a coisas ou ideias é ilusão que sempre atrai o sofrimento saneador e restaurador da realidade.

Sem errar, não. Já o erro faz parte da descoberta de como as coisas são.


Extracto do Livro: Zíbia Gasparetto: Pare de sofrer.

3 comentários:

ஜ♥Patricia♥ஜ disse...

Um belo texto gosto muito do jeito de pensar da Zíbia pois ela não é limitada, e essa parte do tempo é muito interessante, pois tudo se analisarmos acredito eu, já esta meio que interligado para não gerar o caus. Profundo e sábio.



ps:respondi sua pergunta no próprio tópico do blog, obrigada pela gentileza e pelas doces palavras que sempre posta.

Anónimo disse...

Amo-te Muito Mãe! Beijo grande. Bruno

ana costa disse...

Amei o tema desta reflexão (creio que posso chamar-lhe asim?)
Faz-nos pensar e analisar-nos a nós próprios, reavaliar as nossas prioridades e objectivos....
Um beijo

Entrego este Blog para todos vocês

Entrego este Blog para todos vocês
DEUS vos abençõe

CHAMA

CHAMA

LUZ VIOLETA

"EU SOU um ser de Luz Violeta! EU SOU o Amor que DEUS deseja!"

Fixe seus olhos na Chama Violeta, visualize o seu corpo dentro dela, a chama violeta penetra no seu corpo. A chama violeta se expande, se expande, se expande cada vez mais, transmutando e purificando tudo em nós e à nossa volta que não seja paz , equilíbrio, bem-estar, amor, harmonia e luz.

(O exercício pode ser feito substituindo as palavras paz, amor, ..., por exemplo: sua casa, seus parentes, uma situação...)

TUBO DE LUZ

Deus Todo-Poderoso, presente em meu coração:

Projeta em torno de mim um tubo de força eletrônica.

Torna-o tão possante que nada de mal possa atravessá-lo.

Faz que eu seja invisível, invencível, invulnerável

a tudo que não é teu amor, tua sabedoria e teu poder.

Obrigado, Ó Deus Todo-Poderoso, tú atendeste ao meu apelo!

(visualize um tubo de Luz branca ao seu redor a um metro e meio de distância)

MINHA ALMA

MINHA ALMA
A minha fotografia
ANALUZ
Infinitamente sonhadora... O meu maior sonho: - encontrar o sentido da VIDA
Ver o meu perfil completo

KODOISH, KODOISH, KODOISH ADONAI 'TSEBAYOTH

KODOISH, KODOISH, KODOISH ADONAI 'TSEBAYOTH



é o nome sagrado mais poderoso que conhecemos.

A sua tradução é Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus das Hostes. É muito usado para proteção espiritual em geral e também para discernir os seres de Luz dos seres caídos.



Essa é a saudação usada pelos seres de Luz para saudar o Trono do Pai (Deus). Quando repetimos esse nome com essa mesma intenção, imediatamente ficamos alinhados com a Luz do Altíssimo Deus e essa emanação preenche todo o nosso ser e nos liberta de todo vínculo energético que não esteja alinhado com esse mesmo princípio.






COMO USAR ESSE NOME?


É simples! Basta repetí-lo com respeito por pelo menos três vezes. Pode ser falado em voz alta ou apenas mentalmente. Experimente!

ANJOS DO DISCERNIMENTO

Divinos Anjos do Discernimento, peço perdão por todo o carma acumulado. Que vossa divina presença ilumine meu caminho, desperte minha intelig6encia superior e me dê o divino discernimento de que preciso nesta hora de prova. Minha mente está confusa, então solicito luz para ver a senda espiritual. Uma rocha acesa para iluminar a escuridão. Que nunca me sinta sozinho nem afastado dos outros seres. Peço sabedoria para perceber a presença de Deus em todos os corações humanos. Tenho fé no poder espiritual, que me protege e orienta.

Video Bar

Loading...

CANTO DAS ORAÇÕES

CANTO DAS ORAÇÕES
clique na imagem e aceda

A ALMA MAIS PURA que habitou a terra

A ALMA MAIS PURA que habitou a terra

"Duvide de si mesmo e você duvidará de tudo que vê. Julgue a si mesmo e você verá juízes por toda parte. Mas se você ouve o som de sua própria voz, você consegue elevar-se acima da dúvida e do julgamento. E você consegue ver eternamente." (Nancy Kerrigan)

E POR QUE ATENTAS TU NO ARGUEIRO QUE ESTÁ NO OLHO DO TEU IRMÃO E NÃO REPARAS NA TRAVE QUE ESTÁ NO TEU PRÓPRIO OLHO?

Lucas 6.41 (arc)


«Por isso vos digo: Não estejais ansiosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer, ou pelo que haveis de beber; nem, quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que o vestuário?



Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas?



Ora, qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado à sua estatura?



E pelo que haveis de vestir, por que andais ansiosos? Olhai para os lírios do campo, como crescem; não trabalham nem fiam, contudo vos digo que nem mesmo Salomão em toda a sua glória se vestiu como um deles.



Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé?



Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que havemos de comer? ou: Que havemos de beber? ou: Com que nos havemos de vestir? (Pois a todas estas coisas os gentios procuram.) Porque vosso Pai celestial sabe que precisais de tudo isso.



Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.



Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã; porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal. Mt. 6.25-34»




A GRANDE INVOCAÇÃO


Do ponto de Luz na mente de Deus,

Que flua Luz à mente dos homens

E que a Luz desça à Terra.

Do ponto de Amor no coração de Deus

Que flua amor ao coração dos homens

Que Cristo retorne à Terra.

Do centro onde a vontade de Deus é conhecida,

Que o propósito guie as pequenas vontades dos homens,

Propósito que os mestres conhecem e servem.

Do centro a que chamamos a raça dos homens

Que se realize o plano de Amor e de Luz

E se feche a porta onde se encontra o mal.

Que a Luz, o Amor e o Poder

Restabeleçam o Plano Divino sobre a Terra

Hoje e por toda a eternidade. Amém.

******* *******

 

W3C Validations

Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. Morbi dapibus dolor sit amet metus suscipit iaculis. Quisque at nulla eu elit adipiscing tempor.

Usage Policies