Caminhando ...
this site the web

Caminhantes

Vampiros Energéticos



Cuidado, eles podem estar ao seu lado!
Como são criados os vampiros e por que esse fenômeno acontece?

Muito simples, um vampiro de energia é uma pessoa que está em profundo desequilíbrio interno. Frustração, baixa auto-estima, ressentimento, complexo de perseguição e de vítima, insegurança e acima de tudo o egoísmo, são estados psíquicos que fazem com que a configuração energética da pessoa se torne desequilibrada, afetando negativamente outras pessoas, roubando-lhes assim sua energia vital. Alguns chegam a interferir de forma concreta na vida pessoal de suas vítimas: intrigas, fofocas, competição desleal, ciúme excessivo e dominação agravam mais a situação.


Quem já não passou pela desagradável experiência de se sentir muito mal ao lado de alguém? Bocejos sucessivos, sonolência, dor de cabeça, irritação, perda de energia, confusão na cabeça, enjôo, entre outros fenômenos que aparecem após um telefonema ou aquela visita inesperada. Mas o pior é quando a pessoa que nos causa tamanho mal faz parte do nosso círculo de amigos, está entre os colegas de trabalho e o pior: na própria família!


NUTRIÇÃO ENERGÉTICA
Todos nós possuímos necessidade de uma carga energética vital para nutrir nossos corpos físico e espiritual.  Uma parte da energia que precisamos obtemos através da alimentação, ou seja, através de comida sólida e líquida, o arroz-feijão de cada dia. Outra parte das energias vitais são absorvidas através da respiração - o mana ou sopro divino.  Porém, a maior parte de energia vital que necessitamos é extraído do Fluido Cósmico Universal, que é absorvido diretamente pelo perispírito através dos centros de forças (chacras).

Nossa nutrição energética acontece, em geral, de modo inconsciente, automático, orientado e regulado pela própria inteligência instintiva dos nossos corpos físico e espiritual.  A reposição dessa carga energética vital na quantidade mínima que necessitamos para manter a vida depende de vários fatores, tais como: o modo de vida, o meio, a qualidade dos pensamentos, sentimentos, sensações, entre outros. 

Não existe um limite para a quantidade máxima de carga energética vital.  Quanto mais, melhor, pois teremos vida mais ativa. Porém, as circunstâncias negativas que muitas vezes deixamos tomar conta de nós, consomem muito mais energia vital do que as circunstâncias positivas, causando-nos um déficit energético. Muitas vezes, os meios naturais de absorção de energia não são suficientes para repor a quantidade de carga energética vital que estamos gastando, e assim passamos a ter carência energética.


SUGADORES DE ENERGIAS
Pessoas física e psicologicamente sadias e equilibradas nutrem-se diretamente nas fontes naturais de energia. As pessoas desequilibradas, por terem perdido o contato com a sua própria natureza interna mais profunda, perderam também a capacidade de absorver e processar o alimento energético natural.  Por isso, para sobreviver, precisam pôr prática um expediente horrível: sugar a energia vital de outras pessoas. Estas pessoas são chamadas de “sugadores de energias” ou “vampiros energéticos”.  As características de um sugador são muitas, mas a principal e da qual todas as demais derivam é o egocentrismo. Quanto mais a pessoa estiver voltada para si mesma, concentrada em si mesma, mais ela terá dificuldade para estabelecer contato com fontes naturais de nutrição energética e maior será sua tendência para sugar energia vital dos outros.

Esses "sugadores de energia" vivem da energia alheia e é muito difícil conviver com alguém "puxando você prá baixo" o tempo todo.


MECANISMO DOS SUGADORES DE ENERGIA
O ser humano emana ininterruptamente energia para o meio ambiente, impregnando o local onde permanece e atingindo também as outras pessoas com suas vibrações pessoais. Através todos os tipos de comunicação possíveis, fala, audição, toque, visão, escrita, entre outros, estamos de forma ininterrupta nos comunicando energeticamente, cada campo energético interage com o do ambiente e com o das pessoas com as quais ele entra em contato.

Quando nos aproximamos de outra pessoa sempre ocorrerá uma simbiose energética, por isso estamos permanentemente trocando energias com outras pessoas, tais como as que vivem em nossas casas, no ambiente de trabalho, nos locais públicos.  Ao mesmo tempo, cada um de nós interage com outros seres humanos que de nós se aproximam, estabelecendo com eles os mais variados tipos de combinações energéticas, influenciando-os e por eles sendo influenciados. De forma permanente trocamos energias com sistemas externos, como nossas casas, ambiente de trabalho, nos locais públicos.

Cada um de nós possui um padrão energético que é determinado pelo tipo de pensamentos, sentimentos e condição física. Sendo assim, o ideal seria uma comunicação sadia, pautada pela troca de energias de forma equilibrada e cooperativa. Mas, como ainda estamos muito longe disso, alguns acabam sugando muita energia e dando muito pouco em troca, desvitalizando assim os ambientes e as pessoas.

No caso dos sugadores de energia ocorrerá que ele praticamente não terá energia para transmitir. As pessoas se tornam Sugadoras de Energia porque absorvem a energia do outro e por estarem debilitadas, metabolizam e consomem toda a energia absorvida e não sobra nada para retornarem a outra pessoa. Toda energia que o Sugador absorver será metabolizada e consumida pelo seus organismos físico e espiritual, ou seja, irá absorver muito mais do que emitir, causando assim um déficit energético na outra pessoa.

Quando duas pessoas se postam frente a frente para uma conversação e  começa ocorrer disputa de opiniões, críticas, intimidações, etc, imediatamente os campos de energia dos dois irão tornar-se de algum modo mais densos e excitados, como por uma vibração interna. À medida que prosseguir a conversa, os campos começarão a misturar-se. Quando um deles estabelecer um ponto que demonstre certa vantagem sobre o adversário, seu campo criará um movimento que parecerá sugar o campo de energia do outro. Mas aí, quando a outra pessoa fizer sua refutação, a energia refluirá novamente para ela. No final, quem conseguir argumentar melhor sairá mais fortalecido, porque estará com parte da energia do outro e, em consequência, o outro sairá com menos energia, portanto, enfraquecido, se sentindo esgotado.

Tudo isso ainda é inconsciente na maioria das pessoas. Tudo que sabemos é que nos sentimos fracos quando perdemos uma discussão e, quando vencemos, nos sentimos melhor.  Em resumo, vimos que dominar outro faz o dominador se sentir poderoso e esperto, porque suga a energia vital dos que são dominados. Em termos da dinâmica dos campos de energia, marcar o ponto parece significar apoderar-se de parte do campo de energia do adversário e puxá-la para dentro de si.


COMO AGEM OS SUGADORES DE ENERGIA
Os sugadores de energias só sabem falar de desgraças.  Lêem obituário dos jornais e a seção de crimes horrendos, gravam em vídeo o noticiário policial. Fazem estatísticas e sabem de cor quantos seqüestros ainda não foram desvendados, quantas crianças continuam  desaparecidas, quantos sem-teto, sem-terra, sem-emprego, sem-tudo existem no mundo! Essas são aquelas pessoas que quando você propõe um piquenique, elas logo dizem: "Vai chover!".  Eles são sempre do contra. Avisam que "não vai dar certo" e torcem para que nada de bom aconteça. Depois dizem: "Eu sabia que não ia dar certo...".


OS TIPOS DE SUGADORES DE ENERGIAS
Como não existe um método infalível para combater os vampiros, o melhor é aprender a lidar com eles
É muito comum o uso de cristais, plantas, florais, defumadores, banhos de ervas e amuletos para combater o ataque dos vampiros. Como damos poder a tudo o que focamos atenção, desde que corretamente utilizadas, essas técnicas podem ser de muita ajuda, mas nenhuma delas apresenta cem por cento de eficácia, uma vez que é dentro de nós mesmos que estão as grandes vulnerabilidades, mas também a grande força para combater esses “amigos famintos”.
A melhor tática é a segurança interior e o conhecimento do modus operandi dos vampiros, ou seja, se eu sei como ele pensa e age, posso estabelecer uma conduta eficaz para combatê-lo. Mas antes de apontar o dedo para o próximo descobrindo vampiros em seus relacionamentos, faça um exame profundo em suas atitudes e observe se você não anda “pegando emprestada” a energia dos outros também!

CONHEÇA OS PRINCIAPAIS TIPOS DE VAMPIROS
O jornalista Luís Pellegrini, em matéria publicada na revista Planeta, fez uma relação muito boa dos tipos mais comuns de vampiros. Baseados nessa matéria, vamos enumerar alguns. Você também pode descobrir outros tipos. Divirta-se, afinal o bom humor é a melhor defesa!

Vampiro Cobrador:  cobra sempre, de tudo e todos. Quando nos encontramos com ele, quer logo saber por que não lhe telefonamos ou visitamos. Se você vestir a carapuça e se sentir culpado, estará abrindo as portas.

Vampiro Crítico:  só sabe criticar. Todas as observações são negativas e destrutivas. Vê a vida somente pelo lado sombrio. A maledicência tende a criar na vítima um estado de alma escuro e pesado e abrirá sue sistema para que a energia seja sugada.

Vampiro Adulador:  é o famoso puxa-saco. Adula o ego da vítima, cobrindo-a de lisonjas e elogios falsos, tentando seduzir pela adulação. Muito cuidado para não dar ouvidos ao adulador, pois ele simplesmente espera que o orgulho da vítima abra as portas da aura para sugar a energia.

Vampiro Reclamador:  é aquele tipo que reclama de tudo, de todos, da vida, do governo, do tempo. Opõe-se a tudo, exige, reivindica, protesta sem parar, deixando você com sensação de que o mundo está perdido.

Vampiro Inquiridor:  sua língua é uma metralhadora. Dispara perguntas sobre tudo e não dá tempo para que a vítima responda, pois já dispara mais uma rajada de perguntas. Na verdade, ele não quer respostas e sim apenas desestabilizar o equilíbrio mental da vítima, perturbando seu fluxo normal de pensamentos.

Vampiro Lamentoso ou coitadinho: São os lamentadores profissionais, que anos a fio choram suas desgraças. Para sugar a energia da vítima, ataca pelo lado emocional e afetivo. Quando alguém lhe conta todas as coisas horríveis que já lhe aconteceu, insinuando que todos são responsáveis pela situação que se encontra (menos ele, é claro) e que se ninguém ajudá-lo, essas coisas horríveis vão continuar, essa pessoa está buscando fazer você se ligar a ele pelo sentimento de pena e, de forma passiva, começa a sugar energias. Nunca se viu com alguém que o faz se sentir culpado quando está em sua presença, mesmo sabendo que não existe nenhum motivo para você se sentir assim? Quando isto acontece, é porque que você entra no mundo dramático de um coitadinho. Tudo que eles dizem e fazem nos deixam numa posição em que parece que não estamos fazendo o bastante para ajudá-los e, por isso, nos sentimos culpados. Existem pessoas que chegam ao extremo que for necessário para conseguir sugar a energia da família e, depois disso, essa estratégia passa a ser a maneira dominante para extrair energia de todos, repetindo-a  constantemente.

Vampiro Pegajoso:  investe contra as portas da sensualidade e sexualidade da vítima. Aproxima-se como se quisesse lambê-la com os olhos, com as mãos, com a língua. Parece um polvo querendo envolver a pessoa com seus tentáculos.

Vampiro Grilo-Falante:   a porta de entrada que ele quer arrombar é o seu ouvido. Fala, absoluto, durante horas, e, enquanto mantém a atenção da vítima ocupada, suga sua energia vital.

Vampiro Hipocondríaco:  cada dia aparece com uma doença nova. Adora colecionar bula de remédios. Desse jeito chama a atenção dos outros, despertando preocupação e cuidados, sugando as energias de todos.

Vampiro Encrenqueiro:  para ele, o mundo é um campo de batalha onde as coisas só são resolvidas na base do tapa. Quer que a vítima compre a sua briga, provocando nela um estado raivoso, irado e agressivo, baixando suas defesas.

Vampiro Intimidador:  ameaça as pessoas tentando envolvê-las através da agressividade. Se a pessoa agredida se ligar àquele nível de energia e passar a lhe dar atenção, cria-se um vínculo energético, uma simbiose, assim o agressor atinge o seu objetivo, porque o agredido passa a transmitir energia para ele através de mágoas, rancor, ódio, etc.  Portanto, quando passamos a combater a agressão com agressão, passamos a ser vampirizados e, por conseqüência, a também sugar energia dos outros.

Uma forma de entendermos a existência de pessoas violentas, agressivas, destrutivas (que criticam tudo), que reclamam de tudo, que se queixam de tudo, é porque estas atitudes são formas de sugar a energias das outras pessoas. Por não conseguirem se abastecer de energias apropriadamente, ou seja, ligando-se com a energia cósmica, porque não se moralizam, não largam seus vícios, não mudam seus comportamentos egoísticos, encontram nestas formas de ser o meio de sugar a energia das outras pessoas.

A pior violência que os sugadores de energia fazem é escolher como suas vítimas as pessoas que se encontram enfraquecidas, porque estão entregues a doenças físicas, ou perturbadas psiquicamente, ou ainda, sendo vampirizadas por espíritos que a induziram a processos obsessivos.


O QUE ACONTECE QUANDO É UM MÉDIUM QUE TEM CARÊNCIA DE ENERGIA VITAL
Toda pessoa que tem sentimentos negativos produz pouco fluido vital e dificulta o fluxo. Toda a pessoa que tem sentimentos negativos tem carência energética vital, portanto, ao dar passe, o passista imprevidente irá vampirizar o paciente, sugando sua carga energética vital.

Fumar gasta muita energia vital. Se embriagar gasta muita energia vital. Toda a pessoa que fuma ou bebe tem carência energética vital, portanto, ao dar passe, o médium irá vampirizar o paciente, sugando a carga energética vital. O médium que tem vícios, ao dar passagem psicofônica sugará a energia vital do espírito comunicante. Idem para qualquer outro tipo de mediunidade. Mágoas, más paixões, egoísmo, orgulho, vaidade, cupidez, vida desonesta, adultério, etc, também causam deficiência energética vital. O passista não precisa ser um santo, mas necessita esforçar-se na melhoria íntima e no aprendizado intelectual. Todos podemos ministrar passes, porém é necessário um mínimo de preparo moral, a fim de que realmente possamos ajudar.

NÃO SEJA VOCÊ UM VAMPIRO ENERGÉTICO
Que felicidade que seria a nossa se aprendêssemos a expulsar da nossa memória as coisas desagradáveis, idéias tristes e deprimentes. Com certeza, nossa força iria multiplicar se pudéssemos conservar só os pensamentos que elevam e animam.

Isso não é tão difícil. Basta fizermos uma limpeza regular, nos livrarmos dos montões inúteis e depois, organizarmos o que sobrou, para que tenhamos êxito. Essa faxina mental não só nos livra dos lixos emocionais (mágoas, raivas, rancores, etc) que causam doenças e atrasos de vida, como também abre nossas portas para a prosperidade, abundância, felicidade e paz. 

No entanto, não são incomuns pessoas que se "enterraram" na infelicidade e na desarmonia. Outras fazem exatamente o contrário, falam sempre de coisas agradáveis e das interessantes experiências que têm feito. São indivíduos que passaram até perdas e aflições, mas falam delas tão poucas vezes, que parece nunca terem tido na vida senão boa sorte e amigos. Estas pessoas fazem-se amar.

O hábito de mostrar aos outros o nosso aspecto positivo, é o resultado do nosso equilíbrio interior. Quando estamos tristes por algum sofrimento, devemos procurar a sua causa para eliminá-lo. Geralmente, porém, quando sofremos, buscamos a causa fora de nós e não dentro, que é onde o sofrimento realmente tem origem. Vemos pessoas se queixando que tem má sorte, suspeitando que a causa seja seu vizinho com quem não se dá bem, porque é bem favorecido com a sorte nos negócios, na vida familiar, sendo estimado inclusive pelos conhecidos. Se examinarmos as circunstâncias da vida destas pessoas, verificaremos que a queixosa é negligente, gastadora, intolerante nas opiniões e indisciplinada, ao passo que a outra pessoa é cumpridora dos seus deveres, econômica, modesta, não calunia, nem adula, emprega bem o seu tempo disponível lendo bons livros, fazendo cursos,  esportes, ajudando seu próximo, sendo útil, por isso é estimada. Ao passo que a queixosa está sempre perdendo (tempo, trabalho, fregueses, dinheiro, a família e os amigos) e sempre não têm tempo.

Vamos eliminar dos nossos corações a  desconfiança, o ódio, a inveja e a descrença e vamos cultivar a alegria, a fé e a crença no amor e na Justiça Divina, e será certo que venceremos na luta que a vida nos destina.


MECANISMO DE DEFESA
Todos nós somos, naturalmente, dotados de mecanismos de defesa contra a perda de energia vital. Mas, quando por stress, cansaço, tristeza, depressão, mania, frustração, neurose, perdemos a posse e o controle de nosso centro de gravidade e o projetamos para fora de nós mesmos, alterando e debilitando assim a estrutura do corpo sutil, tornando-o permeável a invasores. Assim, nos tornamos presas fáceis dos sugadores de energias, porque aceitamos suas provocações com facilidade, e isto nos vincula a eles. Também por debilitação energética, podemos estar nos colocando em condição de presas fáceis dos espíritos obsessores que normalmente insuflam idéias de depressão, angústia, autoflagelamento, suicídios, etc.


DIFICULDADES NA PRODUÇÃO DE ENERGIA VITAL
Quando se obstrui ou fecha o chacra esplênico, bloqueia-se a maior parte da entrada de energia vital e a pessoa passa perder força vital e não mais produz uma impressão vigorosa. A pessoa passa a agir como se “não estivesse presente”. Estará por baixo em matéria de energia e ficará enfermiça. Faltar-lhe-á força física. A pessoa fica sem estrutura para se identificar, fecha-se no mundo, vive no passado, sem alegria, sem satisfação. Há perda de apetite, ansiedade, aflição, palpitação, angústia, desespero, medo, pânico. Falta de equilíbrio emocional, falta de ânimo, falta de força, desgaste físico. Falta de criatividade, dificuldade de expressão. A pessoa se fecha, não consegue se livrar da angústia.


PARA EVITAR CARÊNCIA DA CARGA ENERGÉTICA
Para que a pessoa não tenha carência da carga energética vital, deve ser observado:

1º. Alimentar-se de forma adequada (vitaminas e minerais);
2º. Combater e eliminar os vícios;
3º. Melhorar os pensamentos e os sentimentos.

Quando nos alimentamos de forma inadequada, ingerindo alimentos pobres em vitaminas e minerais, provocamos desnutrição energética. Fumar, se embriagar, se drogar, etc., gastam muita energia vital, causando desnutrição energética. Porém, a pior desnutrição energética é provocada por sentimentos negativos.  Melhorar os padrões de pensamento e os sentimentos são fatores importantes e fundamentais para preservar os níveis e fluxos energéticos, porque isso mantém os chacras livres das energias densas produzidas pelos sentimentos negativos que poderiam bloqueá-los, impedindo assim a produção de fluidos vitais.

Quando temos bons sentimentos estamos sempre com o nosso nível de fluido vital no máximo. Quando alternamos entre bons e maus sentimentos ficamos com nível intermediário. Quando na maior parte do tempo cultivamos maus sentimentos, o fluido vital fica no nível mínimo.

Quando temos os chacras livres das energias negativas (principalmente o esplênico), nos ligamos à Fonte inesgotável de Fluidos e poderemos produzir muita energia vital. A afirmação de energia vital, combinada com a vontade de viver, dá ao indivíduo uma “presença” de força e vitalidade. Ele afirma “Estou aqui agora” e, com efeito, se acha bem fundamentado na realidade física. A “presença” da força e da vitalidade emana dele em forma de energia vital, amiúde age como gerador, ativando os que o rodeiam, recarregando-lhes os sistemas de energia. Possui uma forte vontade de viver.


ENERGIAS DOADAS COM AMOR NÃO FARÃO FALTA
Não nos esqueçamos: vivemos ligados a uma Fonte Inesgotável de energias vitais. Se estivermos com a nossa carga de energia vital completa, não sentiremos falta quando outras pessoas absorverem energias de nós. Pelo contrário, nos sentiremos felizes de poder doar a nossa energia vital com amor. Doar energia vital com amor não nos fará falta. Porém, para doar energia vital com amor, temos que cuidar dos nossos pensamentos e sentimentos. Quando começamos a apreciar a beleza, admirar detalhes e prestar atenção nas coisas, nas pessoas, passaremos a  contemplar o princípio da emoção de amor.

O papel do amor está mal compreendido. Devemos sentir amor por tudo. O amor não é uma coisa que devemos fazer para ser bons ou tornar o mundo um lugar melhor, por alguma abstrata responsabilidade moral, ou porque devemos desistir de nosso hedonismo. Quando chegarmos a um nível em que dá para sentirmos as energias de amor vindo das outras pessoas, poderemos mandar a energia de volta, agora agregada com o nosso amor, é só desejar. E ninguém se sentirá mais fraco por isso, porque estaremos recebendo mais energia de uma fonte inesgotável, que é o cosmos. Se ligar na energia cósmica provoca emoção, depois euforia e depois amor. Encontrar bastante energia para conservar esse estado de amor sem dúvida faz bem ao mundo, porém mais intensamente a nós mesmos.

Lembre-se de parar quantas vezes for preciso para se religar com a energia cósmica. Permaneça cheio, permaneça em estado de amor. A maior caridade que podemos fazer para o próximo é DOAR AMOR.


Vera Caballero

0 comentários:

Entrego este Blog para todos vocês

Entrego este Blog para todos vocês
DEUS vos abençõe

CHAMA

CHAMA

LUZ VIOLETA

"EU SOU um ser de Luz Violeta! EU SOU o Amor que DEUS deseja!"

Fixe seus olhos na Chama Violeta, visualize o seu corpo dentro dela, a chama violeta penetra no seu corpo. A chama violeta se expande, se expande, se expande cada vez mais, transmutando e purificando tudo em nós e à nossa volta que não seja paz , equilíbrio, bem-estar, amor, harmonia e luz.

(O exercício pode ser feito substituindo as palavras paz, amor, ..., por exemplo: sua casa, seus parentes, uma situação...)

TUBO DE LUZ

Deus Todo-Poderoso, presente em meu coração:

Projeta em torno de mim um tubo de força eletrônica.

Torna-o tão possante que nada de mal possa atravessá-lo.

Faz que eu seja invisível, invencível, invulnerável

a tudo que não é teu amor, tua sabedoria e teu poder.

Obrigado, Ó Deus Todo-Poderoso, tú atendeste ao meu apelo!

(visualize um tubo de Luz branca ao seu redor a um metro e meio de distância)

MINHA ALMA

MINHA ALMA
A minha fotografia
ANALUZ
Infinitamente sonhadora... O meu maior sonho: - encontrar o sentido da VIDA
Ver o meu perfil completo

KODOISH, KODOISH, KODOISH ADONAI 'TSEBAYOTH

KODOISH, KODOISH, KODOISH ADONAI 'TSEBAYOTH



é o nome sagrado mais poderoso que conhecemos.

A sua tradução é Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus das Hostes. É muito usado para proteção espiritual em geral e também para discernir os seres de Luz dos seres caídos.



Essa é a saudação usada pelos seres de Luz para saudar o Trono do Pai (Deus). Quando repetimos esse nome com essa mesma intenção, imediatamente ficamos alinhados com a Luz do Altíssimo Deus e essa emanação preenche todo o nosso ser e nos liberta de todo vínculo energético que não esteja alinhado com esse mesmo princípio.






COMO USAR ESSE NOME?


É simples! Basta repetí-lo com respeito por pelo menos três vezes. Pode ser falado em voz alta ou apenas mentalmente. Experimente!

ANJOS DO DISCERNIMENTO

Divinos Anjos do Discernimento, peço perdão por todo o carma acumulado. Que vossa divina presença ilumine meu caminho, desperte minha intelig6encia superior e me dê o divino discernimento de que preciso nesta hora de prova. Minha mente está confusa, então solicito luz para ver a senda espiritual. Uma rocha acesa para iluminar a escuridão. Que nunca me sinta sozinho nem afastado dos outros seres. Peço sabedoria para perceber a presença de Deus em todos os corações humanos. Tenho fé no poder espiritual, que me protege e orienta.

Video Bar

Loading...

CANTO DAS ORAÇÕES

CANTO DAS ORAÇÕES
clique na imagem e aceda

A ALMA MAIS PURA que habitou a terra

A ALMA MAIS PURA que habitou a terra

"Duvide de si mesmo e você duvidará de tudo que vê. Julgue a si mesmo e você verá juízes por toda parte. Mas se você ouve o som de sua própria voz, você consegue elevar-se acima da dúvida e do julgamento. E você consegue ver eternamente." (Nancy Kerrigan)

E POR QUE ATENTAS TU NO ARGUEIRO QUE ESTÁ NO OLHO DO TEU IRMÃO E NÃO REPARAS NA TRAVE QUE ESTÁ NO TEU PRÓPRIO OLHO?

Lucas 6.41 (arc)


«Por isso vos digo: Não estejais ansiosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer, ou pelo que haveis de beber; nem, quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que o vestuário?



Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas?



Ora, qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado à sua estatura?



E pelo que haveis de vestir, por que andais ansiosos? Olhai para os lírios do campo, como crescem; não trabalham nem fiam, contudo vos digo que nem mesmo Salomão em toda a sua glória se vestiu como um deles.



Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé?



Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que havemos de comer? ou: Que havemos de beber? ou: Com que nos havemos de vestir? (Pois a todas estas coisas os gentios procuram.) Porque vosso Pai celestial sabe que precisais de tudo isso.



Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.



Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã; porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal. Mt. 6.25-34»




A GRANDE INVOCAÇÃO


Do ponto de Luz na mente de Deus,

Que flua Luz à mente dos homens

E que a Luz desça à Terra.

Do ponto de Amor no coração de Deus

Que flua amor ao coração dos homens

Que Cristo retorne à Terra.

Do centro onde a vontade de Deus é conhecida,

Que o propósito guie as pequenas vontades dos homens,

Propósito que os mestres conhecem e servem.

Do centro a que chamamos a raça dos homens

Que se realize o plano de Amor e de Luz

E se feche a porta onde se encontra o mal.

Que a Luz, o Amor e o Poder

Restabeleçam o Plano Divino sobre a Terra

Hoje e por toda a eternidade. Amém.

******* *******

 

W3C Validations

Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. Morbi dapibus dolor sit amet metus suscipit iaculis. Quisque at nulla eu elit adipiscing tempor.

Usage Policies